[IMPERDÍVEL!] Concurso TJ-GO tem banca definida e previsão de 99 vagas; se prepare!

Atenção concurseiros de plantão!

Nesta segunda-feira (30), o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) autorizou a contratação do Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás (CS/UFG) para a realização de concurso que visa preencher 99 vagas para Analista do Judiciário do Estado de Goiás. A autorização, dada em maio deste ano, veio do desembargador Carlos França. O intuito é de dar sequência às providências visando acelerar a prestação jurisdicional e o provimento dos cargos vagos decorrentes de exonerações e de aposentadorias, conforme informou o portal online do TJGO.

Alegando escassez de mão de obra especializada na área judicial, dentre as instituições com reconhecida reputação ético-profissional, capacidade técnica e de logística para o desempenho da atividade, a UFG foi a escolhida por ter apresentado a proposta de menor custo. A decisão foi fundamentada com base no artigo 24, parágrafo 8º, e artigo 26 da Lei 8.666/1993, bem como na Súmula 287 do Tribunal de Contas da União (TCU).

Sobre isso, cabe lembrar o que diz o Acórdão nº 1.616/2003 – Plenário, no sentido de que “a jurisprudência desta Corte já afirmou que, para a contratação direta com base na norma supra, não basta que a entidade contratada preencha os requisitos estatutários exigidos pelo dispositivo legal, é necessário, também, que o objeto se enquadre no conceito de pesquisa, ensino, desenvolvimento institucional ou recuperação social de presos”.

“Não se pode negar ser a UFG uma instituição de renome, com vasta experiência em seleções e que, igualmente, já realizou —sem registro de intercorrências— o concurso destinado à contratação temporária de profissionais para o desempenho da função de juiz leigo no âmbito do TJGO, bem como o Concurso Unificado para Ingresso e Remoção nos Serviços Notariais e de Registro”, noticiou o despacho assinado pelo presidente do tribunal.

Reiterando o que já foi publicado, o edital ofertará 99 vagas imediatas no cargo de analista judiciário (clique e saiba mais sobre o nosso preparatório Rede Juris), que exigirá —conforme o projeto básico— nível superior nas seguintes áreas:

I– Graduação em Direito —quando se tratar dos cargos de Analista Judiciário – Área Judiciária e Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador;

II– Graduação Superior em atividade profissional específica —quando se tratar do cargo de Analista Judiciário – Área Especializada;

III– Graduação Superior em qualquer área —quando se tratar do cargo de Analista Judiciário – Área de Apoio Judiciário e Administrativo.


Resumo do concurso TJ-GO (com base no último edital):

Pensando em você, concurseiro, a Rede Juris já elaborou um Preparatório para você que quer se qualificar desde já para o concurso do TJ-GO!
Matricule-se agora clicando aqui!

(Texto: Gabriel Neves Matos).

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *